O mundo antigo nos jogos eletrônicos

A relação entre a História Antiga e os jogos eletrônicos já foi apresentada aqui em nosso blog quando lemos o texto sobre Age of Empires do André Pinto (confira aqui), mas essa discussão está longe de ser esgotada. Dias atrás, quando procurava algo para jogar em uma plataforma de jogos on-line, deparei-me com o jogo chamado Apotheon. Não cheguei a fazer o download para realmente comprovar se esse tem uma boa jogabilidade. Contudo, com uma breve pesquisa, descobri que foi lançado em 2015 para PC e PlayStation 4, é em 2D e toda sua estética é baseada na cerâmica grega antiga.

Resultado de imagem para apotheon
Cena do jogo Apotheon. Imagem: Steam.

Assim, depois desse “encontro”, passei a pensar sobre como o mundo antigo se fez presente em minha infância e adolescência a partir dos jogos eletrônicos e percebi que além de ser uma jogadora assídua de Age of Empires, o que me proporcionou o contato com civilizações antigas, construções e simulações verossímeis desse período histórico. Conheci o mito da Caixa de Pandora e de Prometeu a partir do primeiro jogo da série God of War, o qual provavelmente todo e toda adolescente que teve um PlayStation 2 jogou ao menos uma vez.

A história de God of War I, lançado em 2005, pode ser resumida brevemente conforme encontrado na Wikipédia: “após dez anos a serviço dos deuses do Olimpo, o espartano Kratos (personagem principal do jogo) é encarregado por Atena de encontrar a Caixa de Pandora, chave para derrotar Ares, o Deus da guerra, que está destruindo a cidade de Atenas”. Portanto, para realizar tal objetivo, deparamo-nos ao longo do jogo com diversas histórias e personagens da mitologia, como a Medusa, Poseidon, os dois mitos já citados e diversas outras referências. Ainda, além desse primeiro jogo, a franquia conta com mais oito jogos God of War, sendo sete deles sobre a mitologia grega e o último, lançado em 2018, sobre a mitologia nórdica.

Imagem relacionada
Representação de Ares na batalha entre Ares e Kratos em God of War I. Imagem: Divulgação.

Nesse caminho, podemos listar dezenas de outras obras eletrônicas que retratam o mundo antigo. Um famoso exemplo é a polêmica série Assassin’s Creed. Lançada originalmente em 2007, conta em seu primeiro jogo a vida de um membro da ordem dos assassinos com o objetivo de eliminar a Ordem dos Templários que tomaram parte na Terceira Cruzada. Mas em 2017 criou o jogo Assassin’s Creed Origins, o qual se passa no Egito Antigo e em 2018 lançou o Assassin’s Creed Odyssey com enredo constituído na Grécia Antiga, mais especificamente na Guerra do Peloponeso.

Dessa maneira, para finalizar o post de hoje, além de Assassin’s Creed apresento outro jogo que nos coloca em contato com o mundo antigo, mas que é de uma geração anterior a minha e consequentemente mais antigo que os citados até aqui: esse é Caesar. Lançado pela primeira vez em 1992, é muito semelhante ao famoso SimCity, uma vez que o objetivo do jogo é construir uma cidade. Contudo, possui a particularidade de que em Caesar se assume o papel de governador romano e se constrói cidades romanas antigas. Ao longo dos anos surgiram novas versões do jogo, sendo essas respectivamente de 1997, 1998 e 2005.

Capa do jogo Caesar. Imagem: divulgação.

Obviamente, como já discutido no texto do André, tais criações são ficcionais e tomam a liberdade criativa para deixar as histórias ainda mais chamativas de modo que facilmente prendam o público. Contudo, não devemos ignorar o potencial dessas obras como uma ferramenta de divulgação e de ensino da História, uma vez que atingem milhões por todo o mundo e moldam o imaginário de quem os joga. Pessoas que na maioria das vezes acabam por se fascinar não só pela história retratada virtualmente, mas também passam a partir dessas experiências a buscar a história escrita nos livros e documentários.

  • Barbara Fonseca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s