O ensino online do mundo antigo – Parte 2

Imagem: © Nick Lowndes 2020
Fonte: The Economist

A convite da equipe do blog, trago hoje algumas sugestões de materiais que podem auxiliar no ensino e na aprendizagem da história e da cultura da Antiguidade, principalmente gregos e romanos. Acumulei esses recursos porque, além de ser graduado em Letras Português/Latim e doutorando em Letras na UFPR, também sou professor de língua latina. Para dar aulas desse idioma, é sempre importante trabalhar em sala de aula com questões que englobam outras áreas do conhecimento dedicadas ao mundo antigo.

Acredito que, antes de tudo, é importante entender que há pouca coisa em português disponível na internet. Devido a isso, decidi me concentrar em recursos visuais. Uma primeira sugestão, mais ampla, é o curso de história da arte do Mediterrâneo Antigo da plataforma Khan Academy, que é de livre acesso e contém imagens, texto (em inglês), mapas, plantas de edifícios e projeções 3D. Há ainda outros endereços na internet que, em geral, dedicam-se a um ou outro tipo de material, como veremos.

Projeções 3D
Em português, há a opção da área de interatividade 3D do site do Laboratório de Arqueologia Romana Provincial (LARP), da Universidade de São Paulo (USP). Lá você pode acessar dez aplicativos feitos por arqueólogos que representam diferentes facetas da realidade romana antiga, além de um jogo, O último banquete em Herculano, que pode ser interessante a depender do perfil do estudante.

Ainda em relação à interatividade, é possível acessar outras opções, desta vez em inglês, como: o site Ancient Athens 3D; os modelos de reconstrução de Pompeia e do restante da Roma antiga da Altair4 Multimedia; e os vídeos do canal Archeology3D do YouTube. Para dar uma noção de como se dá uma parte do trabalho do arqueólogo hoje em dia, talvez seja uma boa ideia assistir um vídeo sobre as recentes escavações de estudantes brasileiros na ilha de Despotiko, no mar Egeu, disponível no canal de YouTube da TV UFMG, da Universidade Federal de Minas Gerais:

Imagens
Para imagens em geral, sejam fotografias dos sítios arqueológicos hoje em dia, sejam representações gráficas de paisagens da Antiguidade, um meio por vezes subestimado é a Wikimedia Commons. Basta digitar o que você quiser no campo de pesquisa e investigar todas as possibilidades. Por exemplo, recentemente, procurei plantas de casas romanas e encontrei algumas de Pompeia (link 1 e link 2). Caso queira demonstrar em aula como era a escrita na Roma antiga, uma dica mais específica é esta seção de fotografias de inscrições latinas do site Lacus Curtius. Além de serem fontes históricas, esses registros podem ser usados para estimular o interesse do aluno pelas línguas clássicas.

Mapas
Para mapas, uma fonte variada e gratuita é o site do Ancient World Mapping Center, um centro de pesquisa da University of North Carolina, dos Estados Unidos. Na aba “Free Maps”, há mapas de diversas regiões geográficas do mundo antigo. Eles estão parcialmente em inglês, porém podem ser utilizados, apesar disso, em sala de aula com alunos que não dominem esse idioma.

Outra fonte para situar a Antiguidade geograficamente é o site Livius, de história antiga, em que cada artigo contém um texto em inglês, imagens e o local de um acontecimento histórico, de um edifício ou de uma cidade, apontado num mapa gerado pelo Open Street Map. Por meio da mesma plataforma, o site Vici também apresenta uma espécie de atlas que indica onde estão os sítios arqueológicos antigos no mundo, com imagens e dados específicos, sendo mais um meio de relacionar o passado ao presente.

Blogs em português
A depender da faixa etária, pode ser interessante mostrar os relatos de apresentações de peças teatrais baseadas em textos antigos presentes no blog Palco Clássico, da professora Renata Cazarini, da Universidade Federal Fluminense (UFF). Outro site pertinente para a sala de aula é o Grécia Antiga, com recursos diversos feitos por classicistas brasileiros. Esse portal oferece textos introdutórios sobre diversos elementos da cultura grega, imagens diversas e uma coletânea de textos traduzidos para o português, com notas e comentários.

Existem muitas outras fontes de materiais pela internet, porém preferi me restringir a essas que apresentei para dar um panorama das opções. Espero que essas recomendações sirvam para as suas necessidades de ensino e aprendizagem de história e cultura antigas, tanto nesses difíceis tempos de pandemia quanto no futuro.

  • Daniel Falkemback Ribeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s